Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Alsones Balestrin assume como secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia

Publicação:

Balestrin tomou posse em cerimônia no Palácio Piratini
Balestrin tomou posse em cerimônia no Palácio Piratini - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Anunciado pelo governador Eduardo Leite no dia 14 de janeiro, Alsones Balestrin tomou posse nesta quarta-feira (19/1) como novo secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia. A cerimônia ocorreu no Salão Negrinho do Pastoreio, no Palácio Piratini, e também homenageou o agora ex-secretário Luís Lamb, que deixa o governo após três anos como titular da pasta.

O governador Eduardo Leite lembrou que a inovação sempre esteve no centro da estratégia de desenvolvimento do governo, e que por isso uma pasta específica para o setor foi recriada no início da gestão. “Entendi que a inovação precisava de uma secretaria específica, trabalhando em sinergia com o desenvolvimento econômico e com outras áreas, como a Educação e a Agricultura”, disse.

Leite também agradeceu mais uma vez ao trabalho dedicado do ex-secretário Lamb, e desejou sucesso ao novo titular. “Tenho toda a confiança na capacidade e no entrosamento do professor Balestrin com o nosso ecossistema de inovação para dar continuidade ao trabalho”, afirmou.

O novo secretário disse estar honrado e entusiasmado com o desafio, e lembrou que recebe a pasta em um cenário bastante positivo. “O secretário Lamb deixa a secretaria com projetos muito interessantes em andamento, e há ainda uma série de ações a serem lançadas. Quero colocar o meu conhecimento a serviço do Estado e gerar boas possibilidades de impacto da inovação, da ciência e da tecnologia na vida dos gaúchos”, afirmou o novo secretário.

Balestrin foi pró-reitor acadêmico da Unisinos e é um dos cofundadores da Aliança pela Inovação UFRGS-PUCRS-Unisinos e do Pacto Alegre, acordo entre instituições de ensino, governo, iniciativa privada e sociedade para estimular o empreendedorismo colaborativo.

O governador destacou ainda o momento positivo que o Estado vive em relação aos recursos disponíveis para o setor da inovação. Por meio do programa Avançar, foi anunciado no ano passado o volume histórico de R$ 112,3 milhões em recursos do Estado, para serem investidos até o fim de 2022, em políticas públicas de inovação.

O agora ex-secretário Luís Lamb se emocionou ao lembrar dos momentos de dedicação à causa pública nos últimos três anos, inclusive dentro do Comitê Científico que liderou na pandemia de Covid-19. Lamb disse ainda que o governo gaúcho construiu nos últimos anos o maior programa de inovação regional do Brasil, o Inova RS. “Representantes de mais de 180 municípios participam do programa, com oito regiões engajadas em colocar a inovação no centro da estratégia, agregando tecnologia à atividade econômica, para fomentar uma economia moderna baseada no conhecimento. Fica um legado de programas de Estado, onde a inovação tem que servir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, disse.

Formações

Alsones Balestrin tem dupla titulação de doutor, em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e em Ciência da Informação e Comunicação pelo Instituto de Comunicação e Tecnologias Digitais da Universidade de Poitiers/França. Fez estágio pós-doutoral em Administração na Escola de Altos Estudos Comerciais, HEC/Montreal-Canadá. É mestre em Administração pela UFRGS e bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). Tem formação e certificação de Conselheiro de Administração pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC).

Na Unisinos, onde leciona há mais de 20 anos na Escola de Administração, foi pró-reitor acadêmico (2017-2022) e diretor de Pesquisa e Pós-Graduação (2009-2017). Desde 2007, é professor convidado do Instituto de Administração de Empresas da Universidade de Poitiers/França. É bolsista de produtividade do CNPq (PQ1D) e autor de livros e artigos nacionais e internacionais sobre o tema de estratégia, tecnologia e inovação. Atuou em diversas organizações como conselheiro de administração e outras posições executivas.

Texto: Thamíris Mondin
Edição: Marcelo Flach/Secom

Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia